Boa Noite ! Hoje é Quarta feira, 24 de Maio de 2017.
 
Fique por dentro de nosso conteúdo em sua caixa de e-mail:
 




 
> Mídia em Foco
Compartilhar
Imprensa e Justiça no Brasil: Duas-Caras
13/11/2014 - Felipe Atxa
Invasores de terras e de prédios, black blocs, amiguinhos das FARC, do PCC e dos paramilitares bolivarianos, corruptos do Mensalão e do Petrolão, nenhum deles representa qualquer ameaça à democracia; o perigo são as velhinhas de guarda-chuva que têm saudade dos militares no governo.
Não há, contudo, a complexidade do personagem no qual se transforma o promotor de Gotham City nem moeda para ser atirada ao alto. Quando damos uma olhada no comportamento de grande parte da imprensa brasileira e mesmo dos operadores do direito público, a ambiguidade desaparece - estamos falando, na verdade, de dois pesos e duas medidas constantes e bem delimitados.
 
Vejamos: quando radicais de extrema esquerda saem às ruas avisando que estão lá para destruir o capitalismo e atentar contra o patrimônio público e privado, e de fato o fazem, jornalistas correm para encontrar desculpas pelo mau comportamento violento. Juízes, por sua vez, parecem bem mais preocupados em proibir a polícia de usar balas de borracha contra os vândalos do que em proteger o direito dos contribuintes que pagam seus altos salários.
 
E tome a habitual choradeira nos jornais e TV sempre que um extremista acaba perdendo a unha enquanto tentava atirar uma bomba para matar um PM, por exemplo.
 
Quando por outro lado um pequeno grupo pacífico e ordeiro, sem saber mais como reagir diante de tanto descaso e de tanta corrupção por parte dos políticos no governo, escolhe o slogan equivocado por simplesmente não saber mais a quem recorrer ("Volta o regime militar!" ou algo parecido), tanto a imprensa quanto a justiça parecem acender o alerta vermelho: são velhinhas de guarda-chuva nostálgicas do regime militar que representam um perigo à democracia e ao estado de direito. São estes os golpistas que ameaçam a estabilidade do país.
 
Então fica combinado que a imprensa decreta e a justiça respalda: invasores de terras e de prédios, black blocs, amiguinhos das FARC, do PCC e dos paramilitares bolivarianos, corruptos do Mensalão e do Petrolão, nenhum deles representa qualquer ameaça à democracia, ao país, à soberania nacional, aos direitos humanos. É nas velhinhas de guarda-chuva que têm saudade dos militares no governo onde está o perigo real.
 



 
Compartilhar

COMENTÁRIOS
16/01/2015
(Eduardo Araújo)

Não acredito que sejam militantes petistas infiltrados. O Felipe salientou bem a reação de algumas pessoas diante do descalabro político atual e - sem vislumbrarem uma mísera mudança no horizonte, a conservarem-se os elementos que contribuem para tal situação - acabam apelando para demandas equivocadas. Conheço gente de bem que está nesse mesmo nível e é antipetista até à medula.
 
27/11/2014
(santelmo)

Tenho absoluta certeza que estes que pedem a volta do regime militar, são na verdade militantes petistas ou assemelhados, que maquiavelicamente infiltram-se nestes movimentos de moralização do país, com o intuito único de desmoralizá-los. Já se mostraram capazes de tudo.
 
INSERIR COMENTÁRIO
Nome / Apelido
E-mail (opcional)
Comentário



Redação: Paulo Zamboni
AmbientalismoAmérica LatinaBrasilCulturaEconomiaEntrevistasEUA e GeopolíticaEuropaMídia em FocoOriente MédioPolíticaSegurança Pública
Artigos IndicadosCLIPPING@MAISEspecialLiteraturaResenhas
Home Editorial Faq Fale Conosco


Canais:
 
MÍDIA A MAIS © COPYRIGHT 2013, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS