Boa Tarde ! Hoje é Domingo, 23 de Abril de 2017.
 
Fique por dentro de nosso conteúdo em sua caixa de e-mail:
 




 
> Artigos Indicados
Compartilhar
O militarismo como filho do desespero criado pelo PT
11/11/2014 - Redacao Midia@Mais
O militarismo é um fenômeno cujo principal ativador é um sentimento de perda completa de esperança nas instituições brasileiras.

"Os intervencionistas estão errados ao apostar em um cavalo perdedor. Eles lutam por uma causa que não vai dar em nada. Na atualidade, intervenções via armada não se sustentam moralmente. Especialmente em um país complexo como o nosso. Modelos para a tomada de poder só tem funcionado por dissimulação cultural, guerra política, especialmente em guerra de posição, coisa que militares não sabem fazem. Eles simplesmente colocam tanques na rua. Quer dizer que além de existirem problemas éticos na intervenção militar, falamos de uma alternativa furada. Hoje em dia, após o primeiro tanque aparecer em uma universidade, vários vídeos gravados via SmartPhone serão lançados via YouTube. Anonimamente. Algo que não ocorria em 1964."

 



 
Compartilhar

COMENTÁRIOS
11/11/2014
(Marco Antônio)

Interessante! Em um país que se diz democrático, mas, a intelectualidade, a mídia e as instituições fazem vistas grossas, por anos a fio à escalada da bandidagem comuno-socialista e deixam os cidadãos: desinformados, ignorantes... e, quando a realidade começa a vir a tona e o povo, se percebe enganado e órfão (e parcela deste mesmo povo) busca aquilo que lhe parece instância última da democracia para segurá-lo, salvá-lo é tido como ignorante, reacionário, etc. Quando, realmente respeitaremos o povo, o trabalhador, o cidadão...? Não são os militares que estão corrompendo e destruindo as instituições democráticas do país; não são os militares que estão infestando a nação de drogas; não são os militares, nem tampouco o povo ou os "reacionários" que investem em discurso segregador, no conflito entre opostos, na cultura da violência que aniquila com mais de 60.000 cidadãos... Agora, onde estão os militares que não livram de bandidos (internos e externos) que planejam e executam a destruição da soberania, cidadania, cultura, valores e cidadãos do, país? Até quando aceitaremos os tanques, os campos de concentração, os armamentos bélicos, as alienações... que são perpetrados pelas ideologias desumanas em nosso país e aniquilam vidas, cultura e inteligência... Na pior das hipóteses, uma faixa do desespero não depreda nem destrói! o povo ordeiro e honesto vale muito mais que "militâncias engajadas", black blocs, "movimentos sociais" que vivem de fazer terrorismos sociais ...
 
INSERIR COMENTÁRIO
Nome / Apelido
E-mail (opcional)
Comentário



Redação: Paulo Zamboni
AmbientalismoAmérica LatinaBrasilCulturaEconomiaEntrevistasEUA e GeopolíticaEuropaMídia em FocoOriente MédioPolíticaSegurança Pública
Artigos IndicadosCLIPPING@MAISEspecialLiteraturaResenhas
Home Editorial Faq Fale Conosco


Canais:
 
MÍDIA A MAIS © COPYRIGHT 2013, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS