Boa Tarde ! Hoje é Domingo, 23 de Abril de 2017.
 
Fique por dentro de nosso conteúdo em sua caixa de e-mail:
 




 
> CLIPPING@MAIS
Compartilhar
Bolsonaro: leia Mises e vire presidente em 2018
27/10/2014
Redacao Midia@Mais
​Que tal Bolsonaro-2018? Estude economia, deputado. Leia Escola Austríaca. Depois fale do que o senhor sempre falou.
Esqueça saúde, educação e transporte. Fale apenas de diminuir a criminalidade. Maiores salários para policiais, tecnologia na caça aos bandidos, cadeia pesada para criminosos violentos, diminuição da maioridade penal: propostas que, eleição após eleição, estão relegadas a quinto plano.
 
Aécio foi tímido demais no quesito e perdeu (como os outros que tentaram antes dele). O resultado: mais petistas no poder para impedir que gente como estes terroristas (que tentaram atear fogo a uma mulher grávida: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/10/criminosos-jogam-gasolina-em-gravida-durante-ataque-onibus.html) tenham da Justiça o que merecem: 50, 80, 100 anos de reclusão.
 
​Que tal Bolsonaro-2018? Estude economia, deputado. Leia Escola Austríaca. Depois fale do que o senhor sempre falou. A faixa talvez lhe espere.​

 

 



 
Compartilhar

COMENTÁRIOS
14/11/2014
(Carlos)

Com essas urnas eletrônicas viciadas não tem como, o PT sempre vai ganhar.
 
10/11/2014
(Verônica)

1º ponto: - Passou do tempo dele e outros criarem um partido. Coitado do povo brasileiro se continuar esperando alguma coisa do PSDB (estratégia das tesouras com o PT) ou votando no menos pior. Lobão, Olavo e outros batem no peito e dizem que não tem pretensão política, porém, o campo político é o protagonista da ação. Imagine se o PT e o PSDB não tivessem sido criados, e dependessem de Sarney, Ulysses, Maluf e Cia para alcançar seus objetivos. 2º Ponto: - Também afirmam que não tem competência e, principalmente, aptidão para esta tarefa. Então, pergunto: algum esquerdista tem? 3º Ponto - Quem tem cú, tem medo. Falta uma forte campanha de conscientização do empresariado, e dos políticos oportunistas, sobre o que irá acontecer com eles, suas famílias e, principalmente, SEU DINHEIRO quando a ditadura comunista for irreversível. Dentro deste tópico, deve-se escolher um político de destaque que se curva ao esquerdismo e concentrar todos os esforços para destruir sua reputação e carreira como o PT fez com muitos, exemplos: Maluf, Luiz Estevão, Roriz, etc..
 
28/10/2014
(Conservatore)

Bolsonaro é um bom nome, considerando o atual cenário político nacional, entretanto, será que seu partido deixará? Mais ainda, qual o tempo que ele teria, para se comunicar com a massa? E a grande mídia, seria imparcial, ou seguiria demonizando um político que, dentre outras qualidades, foi citado por Barbosa pelo fato de não ter participado do mensalão? Mas, certamente, ele seria bem mais ousado nos debates, capitalizando uma boa parcela do eleitorado brasileiro. Se ganharia, são outros quinhentos.
 
INSERIR COMENTÁRIO
Nome / Apelido
E-mail (opcional)
Comentário



Redação: Paulo Zamboni
AmbientalismoAmérica LatinaBrasilCulturaEconomiaEntrevistasEUA e GeopolíticaEuropaMídia em FocoOriente MédioPolíticaSegurança Pública
Artigos IndicadosCLIPPING@MAISEspecialLiteraturaResenhas
Home Editorial Faq Fale Conosco


Canais:
 
MÍDIA A MAIS © COPYRIGHT 2013, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS