Boa Noite ! Hoje é Sexta Feira, 21 de Julho de 2017.
 
Fique por dentro de nosso conteúdo em sua caixa de e-mail:
 




 
> Política
Compartilhar
Programa da Band faz propaganda descarada para petistas na eleição
08/10/2014 - Redacao Midia@Mais
​A cobertura do primeiro turno da eleição do humorístico CQC foi um show de parcialidade embaraçoso.
​A cobertura do primeiro turno da eleição do humorístico CQC foi um show de parcialidade embaraçoso. Basta conferir os vídeos abaixo.
 
Vamos comparar a abordagem dos comediantes do programa: destacamos as entrevistas de dois ex-presidentes (FHC e Lula), dois candidatos a governador (um, do PT, e outro, do PSDB) e de Dilma. Abaixo, você encontra a minutagem das entrevistas e quais foram as perguntas do CQC a cada um deles.
 
 
Aos 14:45, o repórter oferece um "chá de romã" para Dilma porque ela estaria com dor de garganta. Depois de ela ir embora, ele arrisca uma piadinha sobre os Correios. Dilma não ouve.
 
 
8:37 - Três perguntas para Alexandre Padilha: uma sobre o PSDB, uma sobre Paulo Skaf e uma sugerindo que ele iria perder a eleição (fato praticamente consumado mesmo antes de as urnas serem abertas). Padilha não consegue esconder o sorriso.
 
9:44 - Cinco perguntas para Geraldo Alckmin: três cobranças sobre a crise da água, uma sobre a corrupção no metrô e uma sobre promessas não cumpridas.
 
10:50 - Um abraço afetuoso em Lula e uma pergunta sugerindo que as duas candidatas então favoritas eram "filhas dele".
 
12:30 - Cinco perguntas para FHC: duas sugerindo que o PSDB tem "vergonha" dele, uma que Aécio estaria "desesperado", uma que o PSDB "sempre apanha" do PT e uma questionando se ele apoiaria "Dilma ou Marina" no segundo turno. 
 
13:20 - Mais duas perguntas para Lula: uma sugerindo que ele volta "com força total" em 2018 e uma sobre o Corinthians. Sem esquecer um elogio à forma física do petista.
 
19:00 - Finalizando com Lula, mais duas perguntas: a primeira sugerindo que "20 anos de PSDB" foram o suficiente, e outra que "12 anos de PT" também. Curiosamente, a primeira Lula ouve, mas a segunda só é feita depois que o ex-presidente já foi embora. 
 
Vamos ao placar resumido CQCxPTxPSDB:
 
Dilma: uma bajulação, uma provocação (impossível de ser ouvida).
Padilha: três perguntas, uma sobre o PSDB, duas provocativas. 
Alckmin: cinco perguntas, cinco provocações.
FHC: cinco perguntas, cinco provocações.
Lula: um abraço, um elogio a sua silhueta, mais cinco perguntas no total, sendo três favoráveis a ele, uma sobre futebol e uma provocativa (que ele não ouve).
[Sem contar a hostilidade habitual contra José Serra]
 
​O PSDB deveria encarar a briga e protestar formalmente contra esse programa e sua emissora: de piadinha em piadinha, de bajulação em bajulação, e lá se vai outra eleição.
 



 
Compartilhar

COMENTÁRIOS
INSERIR COMENTÁRIO
Nome / Apelido
E-mail (opcional)
Comentário



Redação: Paulo Zamboni
AmbientalismoAmérica LatinaBrasilCulturaEconomiaEntrevistasEUA e GeopolíticaEuropaMídia em FocoOriente MédioPolíticaSegurança Pública
Artigos IndicadosCLIPPING@MAISEspecialLiteraturaResenhas
Home Editorial Faq Fale Conosco


Canais:
 
MÍDIA A MAIS © COPYRIGHT 2013, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS