Boa Noite ! Hoje é Sexta Feira, 24 de Março de 2017.
 
Fique por dentro de nosso conteúdo em sua caixa de e-mail:
 




 
> Política
Compartilhar
O besteirol de Levy Fidelix
07/10/2014 - Felipe Atxa
Muita gente ainda não compreendeu que vencer eleições é um jogo cujo verdadeiro objetivo é conquistar o voto dos indecisos ou reverter o voto de quem está do outro lado da disputa.
Levy Fidelix, o candidato adotado por setores da direita que é fã declarado de Lula, antiamericano e que prometia, caso eleito, aumentar o Bolsa-Família (http://www.midiaamais.com.br/?c=ver_noticia&codigo_noticia=3020), encenou espetáculo de elevado caráter pedagógico a respeito de campanhas eleitorais. 
 
Antes de declarar que “aparelho excretor não reproduz” no debate da Record (http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/eleicoes-2014/noticia/2014/09/levy-fidelix-causa-polemica-com-declaracoes-sobre-gays-em-debate-4609164.html), Fidelix tinha menos de 1% das intenções de voto - como Luciana Genro.
 
Quando as urnas foram computadas, Fidelix tinha menos de 0,5% - ou cerca de um quarto dos votos da rival do PSOL.
 
Uma autêntica reviravolta de 360° na eleição.
 
Muita gente ainda não compreendeu que vencer eleições é um jogo cujo verdadeiro objetivo é conquistar o voto dos indecisos ou reverter o voto de quem está do outro lado da disputa. Um eleitorado fiel aquecido a ponto de derreter não vale dois votos por cabeça ou coisa parecida. 
​M​as pode, por outro lado, afastar quem estava em dúvida.
 
O bom candidato é capaz de despertar simpatia e identificação onde antes havia indiferença. Ódio pode até ser útil no campo de batalha, mas infelizmente não muda o voto dos desconfiados (ou muda, para o lado errado).
 
Quando a marxista-leninista Luciana Genro jogou uma casca de banana para Fidelix escorregar, ele tinha duas alternativas: 
 
A primeira seria desmascarar a hipocrisia, o jogo duplo e mentira que pautam revolucionários como a candidata do PSOL, dizendo, por exemplo, algo parecido com isto:
 
Para cada homossexual assassinado, mil brasileiros são mortos também porque a legislação penal brasileira é frouxa e trata criminosos violentos com brandura, por culpa de esquerdistas como você, Luciana Genro, que enquanto parlamentar faz de tudo para impedir que leis mais duras como a pena de morte e a prisão perpétua sejam aprovadas. Se você quer que a violência diminua contra todos os brasileiros, e não só contra os homossexuais, eu desafio você e seu partido a apoiar a redução da maioridade penal e maior rigor penal para assassinos, assaltantes e estupradores. Você concorda?
 
A outra alternativa, escolhida por Fidelix, era falar sobre o “aparelho excretor”. Deu no que deu.
 



 
Compartilhar

COMENTÁRIOS
09/10/2014
(Carlos)

Felipe, concordo plenamente, não fui e nunca serei admirador desse sujeito, mas acho que nesse momento ele expressou uma opinião de milhões de brasileiros que se sentem acuados diante do avanço desta agenda homossexual.
 
09/10/2014
(Felipe Atxa)

Amigo Carlos: Não percamos mais tempo com Levy Fidelix. Caso a Dilma se reeleja, ele voltará a ser o que sempre foi: um político inexpressivo que apoia quem está no poder. E conforme disse lá em cima, um estatista e admirador de Lula: esse tipo de direitista eu dispenso, ainda que ele apresente o tipo de discurso que pode fazer sucesso no boteco da esquina. Um abraço.
 
07/10/2014
(Carlos)

Tudo errado.Em primeiro lugar ela não perguntos pra ele sobre violência contra homossexuais e sim porque ele era contra o casamento gay, segundo: o próprio Levy Fidelix disse que iria perder votos mas que ia expressar sua opinião, e terceiro, o PSOL é um partido que tem militância e que com certeza iria ter bem mais votos que o PRTB, e quarto, não é por causa da opinião dele sobre esse tema secundário que as pessoas votariam nele ao invés de votar no Aécio ou na Marina por exemplo.
 
INSERIR COMENTÁRIO
Nome / Apelido
E-mail (opcional)
Comentário



Redação: Paulo Zamboni
AmbientalismoAmérica LatinaBrasilCulturaEconomiaEntrevistasEUA e GeopolíticaEuropaMídia em FocoOriente MédioPolíticaSegurança Pública
Artigos IndicadosCLIPPING@MAISEspecialLiteraturaResenhas
Home Editorial Faq Fale Conosco


Canais:
 
MÍDIA A MAIS © COPYRIGHT 2013, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS