Bom dia ! Hoje é Segunda Feira, 24 de Abril de 2017.
 
Fique por dentro de nosso conteúdo em sua caixa de e-mail:
 




 
> CLIPPING@MAIS
Compartilhar
Hawking volta à mídia avisando que Universo pode explodir
12/09/2014 - Redacao Midia@Mais
E lá vamos nós de novo com mais marketing do fim do mundo que nunca chega...
(Mas calma: amanhã eu posso mudar de idéia de novo...)
 
Se acontecer, nós não vamos nem perceber o que houve: pelo menos é o que diz o renomado físico e astro da mídia Stephen Hawking (http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/2014/09/11/querida-destrui-o-universo/):
 
O Universo poderia sofrer um decaimento catastrófico do vácuo, com uma bolha do vácuo verdadeiro se expandindo à velocidade da luz. Isso poderia acontecer a qualquer momento, e não veríamos o que nos atingiu.
 
​Se tudo acabasse assim, de repente, não precisaríamos ​votar na Marina para tirar a Dilma... Mas não se anime: para que isso acontecesse, seria necessário usar uma quantidade de energia centenas de milhões de vezes maior que a atualmente disponível no LHC (http://pt.wikipedia.org/wiki/Grande_Colisor_de_H%C3%A1drons).
 
Isso se o próprio Hawking não mudar de ideia amanhã, conforme ele fez em relação aos buracos negros (http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/2014/01/29/buraco-negro-nao-existe-diz-hawking/)...

 

 



 
Compartilhar

COMENTÁRIOS
23/09/2014
(Bete)

Desligue os brinquedinhos dele, e suas bobagens teóricas cessarao.....
 
19/09/2014
(Mauro Moreira)

Eu acho que Lula pode explicar, em lulês. Se ainda assim ninguém entender, a Dilma explica, mas em Dilmês.
 
13/09/2014
(Conservatore)

O comentário que segue é do meu irmão, que por acaso, é Dr em Física. O Professor que ele cita no final, foi meu orientador em minha monografia, e pela divina providência, provavelmente será no mestrado e quiça em um doutorado (se não acontecer, continuo os estudos da mesma forma, buscando a verdade): Cabeça, não consegui acessar os comentários. Lendo o site da Fox News (http://www.foxnews.com/science/2014/09/08/stephen-hawking-god-particle-could-destroy-universe/), a comunidade científica ainda é cética em relação as declarações do Hawking. Para um parecer mais técnico teria que ler os artigos dele sobre essa afirmação. No entanto, pensando de maneira simples, considere o inicio - a grande explosão; "sopa cósmica" -, naquele instante do universo os prótons e os nêutrons ainda não estavam no núcleo do átomo, isto é, a matéria ainda não tinha sido atualizada na forma que se apresenta a nós nesse instante. Não sou especialista em física de partículas, no entanto, caso um físico queira saber o que há dentro de um tomate, ele irá colidir o tomate com a parede. É o que se faz no acelerado do LHC, as partículas são colididas e para isso precisam ser aceleradas. É preciso uma aceleração (muita energia) de imensa magnitude para colidir um átomo com outro e que, nessa colisão, as partículas sejam separadas (o nêutrons dos protons, por exemplo). Tecnicamente, energia é um escalar (número) associado a uma configuração do sistema, que nesse caso é o átomo. O que ele está apontando é que: a descoberta do foi do bóson de higgs se deu m nível de energia de 125 GeV (http://pt.wikipedia.org/wiki/El%C3%A9tron-volt) e que ela "tem a característica preocupante que pode tornar-se metaestável em energias acima de 100 bilhões de giga-elétron-volts (GEV)", isto é, ao manipular experimentos envolvendo energias nesse nível o boson de higgs poder ter o atributo de gerar um vácuo que sugaria o universo ou parte dele, ou seja, é como reconstituir a "sopa cósmica", com outras palavras, ao invés de realizar a grande explosão, há a possibilidade de realizar a grande "implosão". Então, a unidade padrão de energia giga-elétron-volts (GEV), com a magnitude representada pelo número 100 bilhões possa estar associado a uma configuração de "implosão" do universo, que nesse caso é o sistema. O trecho da reportagem da Fox News que vai de encontro com minha explicação é o seguinte: Segundo Hawking, o decaimento do vácuo "poderia se expandir na velocidade da luz", e que isso poderia "acontecer a qualquer momento e não podíamos vê-lo chegando." Embora essa afirmação pode ser motivo para alarme, Hawking admite, no ensaio que esta ameaça é altamente teórica. Um acelerador de partículas que podem chegar até 100 bilhões GEV teria de ser maior do que a própria Terra, e seria "improvável de ser financiado no clima econômico atual." Isso vai te encontro também com a palestra do professor Joel - Tradição, Ciência e Tecnologia -. Será que nós estamos dispostos a manipular a matéria até o limite em que o próprio conhecimento adquirido por nós, mostra que essa escolha pode ser o nosso fim ? Essa palestra, segundo nossa última conversa, será convertida num artigo ! Não se esqueça, a física de partículas tem sua frente experimental e teórica, o Hawking, é o profeta da teórica ! Uma prova disso é um filme(https://www.youtube.com/watch?v=lz78kKIBWj4) que "mostra" ele como um escolhido para interpretar o universo e apresenta-lo para nós numa linguagem moderna. artigo de divulgação: http://www.sbfisica.org.br/rbef/pdf/352306.pdf PS. Cabeça é como nos chamamos carinhosamente e, não é pelo tamanho físico, viu,kkkkkkk
 
INSERIR COMENTÁRIO
Nome / Apelido
E-mail (opcional)
Comentário



Redação: Paulo Zamboni
AmbientalismoAmérica LatinaBrasilCulturaEconomiaEntrevistasEUA e GeopolíticaEuropaMídia em FocoOriente MédioPolíticaSegurança Pública
Artigos IndicadosCLIPPING@MAISEspecialLiteraturaResenhas
Home Editorial Faq Fale Conosco


Canais:
 
MÍDIA A MAIS © COPYRIGHT 2013, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS